segunda-feira, 6 de junho de 2016

Obrigado, mas agora não

Segundo o Estado de Minas, o juiz titular da 2ª Vara Cível da Comarca de Juiz de Fora/MG, Luiz Guilherme Marques, encaminhou requerimento ao Presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais abrindo mão do recente reajuste de 16,38%, aprovado pela Câmara dos Deputados.

Segundo a matéria, "no documento, o juiz alega que abre mão do aumento por 'convicção pessoal', até que se estabilize a situação financeira do país. O magistrado diz ainda que poderá requerer o novo contracheque quando verificar a estabilização da economia, mas assegura que não cobrará o pagamento retroativo".

Veja o documento:



Clique e leia o documento
E você, o que pensa a respeito? Deixe seu comentário.

Fonte: www.em.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

• Vídeos, dicas de estudo, materiais gratuitos e muito mais. Grupos de estudo e muita informação sobre concursos das carreiras jurídicas. Acesse o Blog do MOCAM e cadastre-se no Fórum do MOCAM.

• Discordar é saudável. Mas comentários ofensivos não serão publicados.

• Publicidade não será permitida.

• Não serão publicados comentários contendo emails, números de telefones, endereços ou outros dados pessoais.

Veja Também no Blog do MOCAM