segunda-feira, 28 de março de 2011

Meu Amigão

Nunca quis fazer disso aqui um diário, expondo coisas da minha vida a torto e a direito. Imagino que esta proposta tenha ficado clara desde o início da criação deste blog.

Mas hoje, em especial, não posso deixar de falar do meu "amigão" (assim nos tratamos, "amigão" pra lá, "amigão" pra cá). O meu "amigão" de três aninhos conseguiu me deixar com a voz embargada na porta da escola.

Novamente mandei o pequeno bem rapidamente para lá, no intuito de ganhar alguns minutos, seja de estudo, seja de trabalho. Hoje a rotina foi igual. Banho, café e escova de dentes. Ao chegar na escola, também tudo igual. Ou melhor, nem tudo. A carinha estava um pouco diferente. O nariz estava um pouco vermelho. O beijo foi tímido. O rosto recaído e acanhado, junto com um dedinho num dos olhos, tentava esconder a tristeza pelo final de semana que se foi. E, num misto de candura e consternação, o pequenino tornava a encarar mais uma semana onde, de segunda a sexta, o tempo que ele passa longe de casa só não é maior que o tempo em que os anjos abençoam seu sono.

Essa é a realidade de muitos pais. Mas hoje eu não quero saber dos outros. Quero falar da minha dor, ainda sabendo que a compreensão deste momento está ao alcance daqueles que já perpetuaram a espécie, plantando sua sementinha no mundo.  Ser pai muda a ótica da vida. A ótica de quem escreve e, talvez, a ótica de quem lê este texto.

Coisas da vida... Eu que temia imensamente ser pai, encontro naquela criaturinha a minha maior dose de estímulo para buscar a realização de um sonho que não é mais só meu. Belíssimo infortúnio! Infortúnio divino! Agradeço todos os dias por isso.

Deixa eu ir embora pois tenho muito o que resolver. O sonho do meu filho não pode esperar.

12 comentários:

  1. Prezado Mocam,
    Meu filho fez quatro anos semana passada. Talvez possa imaginar o q vc está sentindo. Na época em que minha esposa revelou a gravidez senti medo. Não estava preparado para ser pai. Eu já havia começado a minha trajetória dos concursos. Havia também a preocupação financeira. Mas tudo passou. Curto a cada dia a paternidade. Adoro levar na escola, dar banho etc. E é no sorriso de meu filho que busco forças para não desanimar e seguir em frente. Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Lindo post.
    Deus irá recompensar seu esforço e seu amigão terá ainda mais orgulho do pai que por ele tanto se dedica!
    Continue a nadar!

    ResponderExcluir
  3. Querido Mocam,
    Você conseguiu deixar meus olhos cheios de lágrimas.... me vi em você!
    Todos os dias tenho o mesmo itinerário que você, mas sou mais afortunada pois passo as manhãs com meu "amigão"...
    Mas não me inveje, pois o sentimento na hora do "adeus" é o mesmo..
    Compartilho com você o presente que me foi enviado, que além de ter me transformado como ser humano, é hoje o meu maior incentivador e o meu maior motivo para não desistir do "nosso" sonho!
    Esses dias um amigo me perguntou como era ter filho, e eu assim respondi:
    - É um amor sem explicação, um amor que dói, que rasga o peito da gente, mas mesmo doendo é divino, só sentindo para saber.... É ver o seu coração bater acelerado fora do seu peito!
    Boa semana.
    Com carinho, Perseverança.

    ResponderExcluir
  4. É isso aí Mocam, tb sou pai de três , passo horas longe , seja trabalhando ou estudando, logo meus sonhos já não são meus , são dos pequenos... papai qdo vai comprar os cachorros?, papai qdo vamos morar numa casa? etc, etc, etc, por isso, grande Mocam, já não visualizo mais , os meus objetivos e sim, os deles.
    Parabéns pelo texto e pela iniciativa vários aspectos que giram em torno do concurseiro.
    Abraço. Procuradordeconcursos.

    ResponderExcluir
  5. Renatomo twitter (Zeca SP)29 de março de 2011 19:26

    É caro Mocam, minha rotina bem parecida com a sua e com o meu melhor amigo com 4 anos...outro dia perguntei a ele: Filho, você gosta mais de ir na escola ou ficar com o papai e a mamãe? Resposta dele foi a de que gosta mais de ficar em casa!! Todo dia ele entra as 7 hs e sai as 18 hs...não é fácil a vida dele também!! Por isso, estou voltando ao livro de Administrativo, uma das matérias que mais me prejudicou na Magis/SP...de um abraço bem apertado no seu amigo, pois no meu já foi dado e agora está sonhando com os anjos!
    abraço e bons estudos para todos nós!
    Zeca SP

    ResponderExcluir
  6. Ufa....
    aguenta coração!!!!
    Amo meu filho.

    ResponderExcluir
  7. MOCAM, a verdade é que a vida sempre terá sentido quando se vive por alguém que amamos muito.
    Parabéns pelo texto singelo e profundo!

    Abraço,
    Leonardo Sardinha

    ResponderExcluir
  8. lindo post, Mocam...
    to sentindo a mesma coisa aqui, depois de ter acabado de deixar a minha pqna na escolinha e ouvir ela dizer: "não posso mesmo ficar com vc hoje?"
    =/

    que venha o fds...
    abraços!

    ResponderExcluir
  9. Faço minhas as palavras do Leonardo Sardinha!

    Você certamente conquistará seu objetivo, ou melhor, o sonho do seu filho...

    Ass.: Vouconseguirpb

    ResponderExcluir
  10. Sem palavras...(2) Lágrimas nos olhos... Realmente, meu amigo! Estude, persevere, dê o seu melhor: o sonho do seu amigão não pode esperar! Um grande abraço!

    Maria Concurseira

    ResponderExcluir

• Vídeos, dicas de estudo, materiais gratuitos e muito mais. Grupos de estudo e muita informação sobre concursos das carreiras jurídicas. Acesse o Blog do MOCAM e cadastre-se no Fórum do MOCAM.

• Discordar é saudável. Mas comentários ofensivos não serão publicados.

• Publicidade não será permitida.

• Não serão publicados comentários contendo emails, números de telefones, endereços ou outros dados pessoais.

Veja Também no Blog do MOCAM